Carboni Iveco é a primeira a apresentar ao público o caminhão médio Vertis

É hoje! A Carboni Iveco apresenta nesta quinta-feira (28) o novo Iveco Vertis na Logistique – Feira Internacional de Logística, Serviços, Transporte e Comércio Exterior – em Chapecó-SC. Essa foi a primeira apresentação do veículo ao público.

Carboni Iveco é a primeira a apresentar ao público o caminhão médio Vertis 5009
De CARBONI IVECO
A Família Iveco Vertis é a primeira desenvolvida integralmente no Brasil, foi idealizada pelos engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP) da Iveco, em Sete Lagoas (MG), com a colaboração da plataforma mundial de caminhões médios da montadora. A linha Iveco Vertis é, também, a sexta família de produtos lançada pela Iveco num período de apenas dois anos. Uma expansão nunca antes vista na história da indústria nacional de caminhões.

O novo produto tem capacidade de carga de 9 a 13 toneladas, denominadas 90V16 e 130V18. Os primeiros números indicam a capacidade de carga, “V” o nome do produto e os últimos números a potência do motor.

Dessa forma, o Iveco Vertis 90V16 tem PBT de 9.300 kg e entrega potência de 154 cv. Nessa versão, ele conta com três opções de entre-eixos (3.308 mm, 3.800 mm e 4.350 mm) e é disponível com cabine simples.

Já o Iveco Vertis 130V18, com PBT de 13.300 kg, desenvolve 173 cv e também vem com três opções de entre-eixos (4.350 mm, 4.750 mm e 5.100 mm). A versão 130V18 tem dois tipos de cabine: simples e estendida. Em todas as versões, o Iveco Vertis tem maior capacidade de carga que seus concorrentes.

Com seu inédito caminhão médio, a Iveco completa sua gama de produtos entre 3,5 e 74 toneladas de PBT e passa a disputar o mercado por inteiro pela primeira vez no Brasil

Utilização

Tanto no 90V16 quanto no 130V18, a família Iveco Vertis ganha de seus concorrentes diretos na velocidade máxima, na partida em rampa e em rampa máxima, capaz de enfrentar com facilidade as várias e diferentes topografias brasileiras e latino-americanas. Um caminhão, portanto, muito mais ágil e esperto para sua aplicação típica, que é a operação urbana e interurbana, de distâncias curtas e médias e rotas diárias.

Custo de manutenção programada
Três anos de uso na aplicação severa (urbana), o Iveco Vertis 90V16 tem custo de manutenção programada 23% menor que a média da concorrência no segmento e 31% menor que seu principal concorrente. 

Na aplicação rodoviária, o Iveco Vertis 90V16 é 31% mais econômico que a média do mercado e 63% mais econômico que seu principal concorrente.

O mesmo vale para o Iveco Vertis 130V18. Sob os mesmos parâmetros, na aplicação urbana, ele chega a 30% de economia, comparado à média do mercado, e 42% mais econômico que seu principal concorrente.

Na aplicação rodoviária, os custos de manutenção programada são 32% menores que a média e 60% menores quando comparados aos do principal concorrente.

Eixos
Com três opções de entre-eixos, ambas as versões do Iveco Vertis são bem dimensionadas para os típicos implementos desse mercado, com uma vantagem adicional: maior capacidade de carga líquida.
Carboni Iveco é a primeira a apresentar ao público o caminhão médio Vertis 30 ivecovertis 004 01 e
De CARBONI IVECO

Na versão de entre-eixos mais longos, por exemplo, o Iveco Vertis 90V16 leva até 6.025 quilos, ou seja, 235 quilos (ou 5%) de carga a mais que seu principal concorrente, uma vantagem considerável.

Já o Iveco Vertis 130V18 em sua versão de maior entre-eixos tem capacidade de carga líquida de 9.050 quilos e pode carregar até 460 quilos (ou 5%) a mais que seu principal concorrente.

Na versão de entre-eixos mais curtos, com capacidade de carga líquida de 9.260 quilos, a vantagem chega a 570 quilos (ou 7%).

Por que o nome Vertis?
O ponto de partida para a escolha do nome do novo caminhão Iveco foi a observação do mapa urbano, imaginado como uma forma geométrica dentro da qual podem ser traçados roteiros, transformando suas ruas em linhas retas, na busca da velocidade e objetividade das viagens. Sob esta ótica, os cruzamentos destas linhas podem ser vistos como pontos de partida ou chegada das viagens de um caminhão. Essas interseções formam ângulos, e dentro de um ângulo há um vértice, palavra que chamou a atenção da montadora. A palavra “vértice” foi então analisada em sua raiz etimológica latina, “vertex”, que significa “topo”, “cume”, noções que simbolicamente podem ser associadas com a ideia de realização, de conquista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *