Condução de carro elétrico é atração turística na usina de Itaipu

Condução de carro elétrico é atração turística na usina de Itaipu palioitaipu

Enquanto capitais mundiais como Paris, Londres, Nova York e Berlim contam com programas públicos de compartilhamento de carros elétricos, o Brasil ainda está bem distante dessa realidade. Porém, um primeiro passo já foi dado. Em Foz do Iguaçu (PR), é possível percorrer um roteiro turístico pela usina hidrelétrica de Itaipu dirigindo um veículo movido a bateria. A possibilidade, antes restrita a profissionais da usina de Itaipu, está disponível desde o começo do ano para turistas. “A primeira surpresa ao girar a chave na ignição do veículo elétrico é o silêncio. Parece que o carro desliza suave, como se não tocasse o chão. A sensação é maravilhosa”, afirma a blogueira Monique Ribeiro, que considera a experiência válida também pela chance de saber mais sobre a nova tecnologia.

Além de dirigir um veículo elétrico e conhecer a maior produtora de energia elétrica do mundo, o turista tem à disposição um guia que acompanha o passeio e fornece informações. Para a gerente geral do Complexo Turístico Itaipu, Jurema Fernandes, essa é uma experiência diferente e inovadora para conhecer Itaipu e a mobilidade elétrica: “A iniciativa é um sucesso entre os visitantes. A surpresa é que a maioria termina o passeio perguntando quando o modelo começará a ser vendido no mercado”. Aproximadamente 150 turistas fizeram o percurso de 20,4 km a bordo dos três veículos Palio Weekend elétricos destinados ao test-drive.


O passeio tem duração de 1 hora e 45 minutos, custa 150 reais e pode ser feito por até três pessoas. “O projeto do veículo elétrico existe desde 2006, mas só agora o modelo tem as configurações ideais de conforto e desempenho para ser testado pelo público”, diz o coordenador geral do Projeto do Veículo Elétrico de Itaipu, Celso Novaes, salientando que as modificações, em relação às primeiras versões produzidas, foram a inclusão de ar-condicionado e a substituição do motor elétrico de 15 kW por um de 18 kW – o que, num motor a combustão, equivaleria a “evoluir” de um 1.0 para um 1.6. “Esse ganho tornou possível rodar com mais passageiros no carro sem perder desempenho”, diz Novaes.


PARA DIRIGIR 

 
A tarifa é de 150 reais (por carro). Os passeios saem às 9h, 10h, 14h e 15h. O turista deve ter CNH dentro do prazo de validade. É recomendado fazer reserva com antecedência. Informações: 0800-6454645 ou www.turismoitaipu.com.br

Fonte: Portal Planeta Sustentável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *