Fiat acelera e contrata mais 600 pessoas

Fiat acelera e contrata mais 600 pessoas fiat
A recuperação do mercado de
automóveis no último mês fez a Fiat colocar o pé no acelerador. A montadora,
líder de vendas no Brasil, vai contratar mais 600 pessoas para a sua fábrica em
Betim (MG). O presidente da companhia, Cledorvino Belini, disse que os novos
funcionários vão trabalhar nas áreas de prensa, funilaria e pintura.
“Essa medida é necessária para
darmos conta de atender a demanda. Há modelos que têm fila de espera de 30 a 60
dias”, disse o executivo.
Hoje a Fiat emprega 18,5 mil
funcionários em Betim e fabrica 3,25 mil carros por dia. Essa unidade é a maior
da montadora italiana no mundo e trabalha com três turnos de produção em
algumas áreas para dar conta da demanda crescente no Brasil.
O presidente do sindicato dos
metalúrgicos de Belo Horizonte e região, João Alves, informou que o plano da
Fiat era colocar mais um turno de trabalho na área da montagem final, que hoje
opera em dois intervalos de produção. Com isso seria necessária a contratação
de mais 1,5 mil pessoas.
“A produção não atende a demanda
da Fiat. Hoje, ela vende cerca de 3,4 mil carros por dia e fabrica 3,25 mil
veículos. O estoque formado durante a baixa do mercado já está acabando”, disse
Alves.
Fiat acelera e contrata mais 600 pessoas Cledorvino Belini
Cledorvino Belini – Presidente da Fiat no Brasil

 “Estamos na fase de discussão da construção
para a fábrica em Pernambuco. A obra não está atrasada”, disse o presidente da
Fiat. A montadora vai investir R$ 3,5 bilhões em Goiana (PE).

Segundo Belini, a unidade entra
em operação no segundo semestre de 2014. “Mas, antes da produção propriamente
dita, temos que fazer os testes da linha. Por isso, a fábrica ficará pronta no
início de 2014”, afirmou o executivo. A obra deve durar cerca de um ano e meio.
A unidade de Goiana vai ser
responsável pela produção de um veículo compacto que, segundo Belini, ainda não
está definido. Entretanto, a montadora já acertou com a Magneti Marelli para
ser um dos seus fornecedores. Eles vão ser os fabricantes dos faróis do novo
carro.
“No parque, ao redor da fábrica,
terão cerca de 15 empresas. Agora estamos negociando com elas para a
implantação de uma unidade produtiva. O processo está dentro do cronograma”.
Além das autopeças que vão se
instalar dentro da fábrica da Fiat, a montadora poderá atrair para a região
cerca de 30 fornecedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *