Novas regras para pneus

A qualidade dos pneus usados no carro pode interferir no consumo de combustível? A resposta é sim, e de maneira significativa: redução de 5% a 7% de consumo e, em consequência, menor emissão de poluentes. Estima-se que, com essa economia de combustível, um motorista que roda 50 km por dia deixa de poluir o equivalente a 200 garrafas PET não recicladas. Para deixar mais transparente essa relação, o Inmetro vai tornar obrigatória a etiquetagem para pneus.

Novas regras para pneus pneussustentabilidade


A avaliação da qualidade do produto será feita com base na capacidade de frenagem em piso molhado, no nível de ruído e na resistência ao deslocamento, ou seja, o índice do atrito da borracha com o solo. Quanto maior a resistência ao deslocamento, maiores são o consumo e a emissão de poluentes. Já o teste de ruído tem o objetivo de aferir a poluição sonora na rodagem.

A portaria apresentada pelo Inmetro passou por consulta pública e deve ser publicada em setembro. A partir disso, os fabricantes de pneus terão o prazo de 18 meses para se adequar às regras. Para o comércio ainda haverá 36 meses para comercializar pneus sem a certificação.

Fonte: site Planeta Sustentável, por Isadora Carvalho – Quatro Rodas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *