Redução de Oferta de Carne Suína dos EUA Deve Favorecer Brasil em 2013

Redução de Oferta de Carne Suína dos EUA Deve Favorecer Brasil em 2013 producao de carnes rep

A pressão dos Estados Unidos no mercado externo de carne suína será menor no próximo ano, o que é bom para os produtores e exportadores brasileiros.

Custos elevados, devido aos preços do milho, e consequente redução de rebanho provocaram um aumento na oferta interna e externa de carne suína pelos norte-americanos neste ano. O produto poderá escassear no próximo.

Isso é bom porque os produtores norte-americanos serão menos agressivos em 2013, afirma Pedro Camargo Neto, presidente da Abipecs (Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína).

Os dados do Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) indicam que o país nunca produziu tanta carne suína nos meses de outubro como no mês passado.

Camargo Neto diz que a presença dos norte-americanos no mercado externo atrapalha as vendas brasileiras, principalmente na Rússia, na Ucrânia e em Hong Kong, importantes mercados para os exportadores do Brasil.

Mesmo com a presença dos norte-americanos, o mercado externo tem sido favorável aos brasileiros nos últimos meses. O país vem conseguindo exportações mensais superiores a 60 mil toneladas.

Esse aumento, somado à proximidade das festas de final de ano, vem puxando os preços internos. A APCS (Associação Paulista de Criadores de Suínos) informa que a arroba já chega a ser negociada a R$ 72, com alta de 8% no mês.

Outro fator de alta é que o setor não tem estoques e boa parte dos animais ainda não está pronta para abate. 

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *