Chega ao Brasil o Iveco Super Impact 6×6 para aeroportos

Há uma semana, saiu da Europa uma unidade, o primeiro de um lote de 80 caminhões: o modelo é o Super Impact 6×6, nova geração do modelo Impact, já existente no portfólio Magirus, baseado sobre a mesma plataforma do Iveco Tector.

“As primeiras unidades serão importadas: até o início da Copa do Mundo (junho de 2014), devemos entregar 69 unidades do Super Impact para atender os aeroportos no Brasil”, conta o diretor de Logística da Magirus para a Alemanha, Thales Maia. “Os demais serão produzidos em Sete Lagoas”, completa.

A Iveco aguardará a chegada do primeiro Magirus no Brasil, em outubro, para anunciar detalhes dos seus planos para a marca no País, como investimento para a linha de produção brasileira. Para o CEO da Magirus, Antonio Benedetti, o Brasil e a América Latina representa oportunidade para a empresa: “Com uma população acima dos 500 milhões de habitantes, a América Latina ainda tem uma estrutura muito abaixo da necessidade quando se trata de equipamentos para salvamento, considerando não só incêndios, mas desastres naturais, entre outros. Isso significa que há uma demanda reprimida que os governos devem suprir”, comentou.

Assim como todos os caminhões de prevenção e combate a incêndio da Magirus, o Super Impact é adaptado conforme a necessidade do cliente. No caso do Brasil, o modelo será do tipo caminhão-bomba, com chassi e cabine adaptados para operações em aeroportos. Com capacidade para 11 mil litros de água, 22% a mais que seu antecessor, o veículo leva até três operadores na cabine, um a mais do que a versão anterior.

Fonte: blogiveco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *