Governo eleva crédito para compra de tratores

Governo eleva crédito para compra de tratores DIONISIO+FILIPINI+%25286%2529

A retomada da linha de crédito do Moderfrota, programa que visa modernizar a frota de tratores e colheitadeiras, é uma das novidades do Plano Safra Agrícola e Pecuário anunciado pela presidente Dilma Rousseff. O montante de recursos para os financiamentos do Moderfrota passou dos R$ 160 milhões no ciclo passado para R$ 3,5 bilhões na safra 2014/15.

O governo também alterou as taxas de juros do Moderfrota, que antes era de 5,5% e agora oscilam entre 4,5% e 6% ao ano, dependendo da renda do produtor rural. As taxas foram igualadas as da linha de crédito PSI – Programa de Sustentação do Investimento. Os recursos devem complementar os investimentos para aquisição de maquinários no país.

Para financiar os investimentos em máquinas agrícolas, o Moderfrota terá juros de 4,5% ao ano para produtores rurais com receita bruta anual de até R$ 90 milhões. Acima deste limite, a taxa de juros avança para 6% ao ano. Na avaliação do ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e comentarista do Canal Rural, Ivan Wedekin, essa é uma boa notícia.

─ O plano ficou muito bom, porque coloca mais recursos. O lado positivo é retomar a competitividade de recursos para o Moderfrota ─ aponta.

Mesmo com a retomada do Moderfrota, o PSI continua mais atraente para os agricultores, na avaliação do setor agropecuário, já que a carência e o prazo para pagamento são maiores em relação ao Moderfrota. No PSI, o prazo para pagamento é de 10 anos, com carência de 3 anos. O Moderfrota tem prazo máximo para liquidação da dívida de 8 anos e carência de 2 anos para quitar a primeira parcela.

O vice-presidente da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), João Marchesan, avaliou como positivas as novidades anunciadas hoje no Plano Safra.

─ É uma boa notícia, pois é uma nova alternativa para o produtor tomar crédito e ter acesso aos recursos ao longo de todo o ano, o que não acontecia com o PSI. O PSI ainda é mais interessante ao produtor, mas agora também há alternativa de acessar crédito via Moderfrota ─ afirma.


Fonte: agricultura.ruralbr.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *