Fábricas da CNH Industrial operam com altos índices de segurança

Quando o assunto é segurança no trabalho, as fábricas da CNH Industrial são bons exemplos. As sete plantas brasileiras operam com eficientes sistemas de gestão de riscos e impactos. Em 2015, receberam, ao todo, seis certificados em reconhecimento às horas sem acidentes. Neste 28 de Abril, Dia Mundial da Prevenção de Acidentes e Doenças de Trabalho, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), a CNH Industrial reforça que ano a ano trabalha para aumentar ainda mais as significativas reduções nas taxas de acidentes.

As plantas de Curitiba (PR), Sete Lagoas (MG) e Sorocaba (SP) conquistaram o certificado de um milhão de horas sem acidentes. Já a fábrica de Contagem (MG) ganhou o título de duas milhões de horas. Além disso, a unidade fabril de Sorocaba chegou à marca de um ano sem acidentes e a de Sete Lagoas à de três anos. As conquistas são frutos de um sólido programa de prevenção de acidentes implementado pela CNH Industrial e do envolvimento dos colaboradores, que cada vez mais adotam um comportamento preventivo e disseminam as boas práticas entre os colegas.

Todas as unidades identificam e eliminam os riscos de ocorrência de acidentes. As situações que poderiam colocar a segurança em risco são compartilhadas em reuniões diárias do time gerencial da manufatura e a informação é repassada para outros setores.  
De 2013 a 2015, a empresa elevou o grau de segurança das suas fábricas. Em primeiros socorros, houve redução de 56% do Facfi (First Aid Case Frequency Index), ou seja, nos acidentes sem afastamento do trabalho. Também fechou em queda de 55% o IFI (Injury Frequency Index), taxa de acidentes com afastamento do trabalho maior ou igual a um dia.

Mas os bons exemplos não param por aqui. No ano passado, a equipe de segurança registrou 70 melhores práticas para a área e todas estão sendo implementadas. Para o gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da CNH Industrial, Fabio Belasco, os resultados positivos são crescentes e refletem o trabalho e a inclusão dos líderes, colaboradores e parceiros nesse movimento a favor da segurança.

Todas as plantas da CNH Industrial da América Latina são certificadas pela ISO 14.001 e OHSAS 18.001 e são auditadas regularmente. De acordo com Belasco, essas certificações demonstram o compromisso com a excelência e a melhoria contínua na Gestão de Segurança, das condições de trabalho e minimização dos impactos ambientais em nossas operações, além de cumprimento de todos os Requisitos Legais aplicáveis. “Isso ratifica nossa posição de empresa Líder em Sustentabilidade. Além disso, a cada ano, com o aprimoramento dos processos, melhoramos nossas taxas e, assim, recebemos outros certificados importantes também, como esses citados”, disse.

Outro ponto relevante, segundo ele, que possibilita o alcance e a sustentação desses resultados é que o programa de prevenção de acidentes está alinhado com os conceitos do WCM (World Class Manufacturing). O sistema de gestão de manufatura, empregado em todas as fábricas da CNH Industrial, reúne as melhores práticas da produção industrial, visando a eliminação de desperdícios de qualquer espécie (de energia, de materiais e de esforço humano envolvido) e reduzindo custos de transformação e prazo de entrega. “Por meio dessa metodologia e, especificamente, do Pilar Safety, que envolve os funcionários e as lideranças na melhoria das condições de trabalho, conseguimos reduzir significativamente os riscos e mantemos nossos altos índices de segurança”, conclui.

Fonte: CNH Industrial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *