Saiba como ganhar eficiência e reduzir custos para por o pé na estrada sem preocupações

Todo caminhoneiro sabe que colocar
pé na estrada exige alguns
custos. O consumo de combustível é um
dos gastos mais altos para os motoristas,
de acordo com o Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo,
Gás Natural e Biocombustíveis 2015, no ano de 2014 o preço da gasolina subiu 4,8% e o óleo
diesel teve um aumento de 8,3%.
Pensando
nisso, aqui vão três dicas para quem deseja economizar no abastecimento, sem
perder o ritmo no volante.
1.     
Dirija com eficiência
Vai por o pé na estrada? Lembre-se de também colocar o
pé no freio e no acelerador com cautela. Isso é válido tanto para 
segurança, quanto
para a economia. Acelerar bruscamente,
por exemplo, provoca uma queima excessiva de combustível. Vale lembrar: sempre
respeite os limites
de velocidade.

2.     
Não ignore a manutenção
Deixar a manutenção do caminhão em dia
com certeza trará mais eficiência ao veículo e, com tudo em ordem, o consumo de combustível tende
a ser regular. O mau funcionamento do filtro de ar, por exemplo, pode causar um
entupimento e assim permitir a entrada de ar na câmara de combustão, resultando
em uma alta do consumo.

3.     
Fique atento aos três P’s: peso, pneu e ponto morto
Esses fatores influenciam bastante a
vida de quem está sempre com o pé na
estrada
. Por quê?
Peso – A sobrecarga é um dos vilões dos gastos
com combustível. Sempre preze pelo limite
estabelecido.
Pneu – Quando os pneus estão
calibrados, o desempenho do
caminhão 
melhora em até 30%.
Ponto morto – Abusar dessa
prática – o famoso “andar na banguela” – pode danificar a caixa de transmissão, o que
impacta na marcha. Consequentemente, o consumo
do combustível 
aumenta.
Com essas dicas não tem erro, agora colocar
pé na estrada é economia na
certa.

Fonte: Revista Caminhoneiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *