Celular e direção: Perigo para os motoristas

 Usar o telefone está entre as maiores causas de acidentes de trânsito.

  Celular e direção: Perigo para os motoristas WhatsApp%2BImage%2B2018 05 23%2Bat%2B11.39.03
O que parece ser útil e indispensável, pode ser fatal. O uso do celular hoje em dia é muito comum, porém é necessário ter cuidado com os momentos propícios para checar as novas mensagens ou fazer uma ligação. 

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego – Abramet, dizem que os acidentes por uso de celular já são a terceira causa de mortes no trânsito no país. A distração faz as pessoas desviarem o olhar da estrada em média 23 segundos para responder mensagens, ou até 8 segundos para atender uma chamada. Nesse período, o motorista perde a visão periférica e desvia a atenção da pista.


Independente da velocidade do veículo, metros serão recorridos às cegas, e a pessoa estará exposta a obstáculos na pista ou surpresas que necessitam uma reação rápida. Normalmente a resposta ocorreria em 0,75 segundos. Com o celular, o motorista pode chegar a reagir em 1,50 segundos, o que é tempo suficiente para a causa de um acidente. Além disso, depois de soltar o celular, a pessoa ainda fica alguns segundos, ou até minutos, refletindo sobre o que viu ou conversou. Ao direcionar a atenção seletiva para outro lugar que não seja a direção, o cérebro entra em um modo automático. É comum até o motorista não se lembrar dos trechos percorridos enquanto usava o aparelho.


Portanto, parar o veículo para usar o celular, ou até mesmo as funções dos painéis digitais e Bluetooth, é uma ação de segurança e cuidado não só com você mesmo, mas com todos os que estão na estrada ao seu redor. Lembre-se também que se pego em flagrante, você estará sujeito a multa com pontos na CNH. Ter uma boa viagem também depende, e muito, do próprio motorista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *