Como funciona o exame toxicológico para motoristas?

Como funciona o exame toxicológico para motoristas? LUC4962
Para os motoristas que pretendem renovar ou mudar a sua CNH para as categorias C, D ou E, é obrigatório apresentar resultados do exame toxicológico de longo alcance na hora da revisão médica, de acordo com a Lei Federal 13.103. Para ser contratado em empresas de transporte, este laudo também deve ser entregue. 

O teste é feito através dos fios de cabelo, que poderão detectar drogas como maconha, cocaína, ecstasy, metanfetamina, entre outras substâncias que foram consumidas até 180 dias anteriores ao exame. O nível de álcool não será analisado neste caso. 
Como se realiza a coleta? 
Serão coletadas duas pequenas amostras de cabelos ou pelos do corpo, estas são lacradas em envelopes especiais e enviadas para análise.
Cada um dos envelopes é assinado por você, pelo coletor e pela testemunha que estará presente no momento da coleta. É necessário ter um mínimo de 4 centímetros de cabelo da raiz até a ponta. Caso contrário, serão coletados pelos do corpo.
Se após a emissão do laudo você não concorde com o resultado, a segunda amostra é analisada como forma de contraprova. Por isso, não é preciso uma recoleta, considerando que esta foi retirada ao mesmo tempo que a primeira. 
Vale lembrar que nenhum produto químico (tinta, etc.) vai interferir no resultado do exame através de cabelo ou pelos. 
Onde realizar o exame toxicológico? 

Deve ser realizado em um laboratório de sua preferência, que esteja credenciado pelo Denatran. Por isso, os custos cobrados pela coleta são variáveis e os prazos de entrega dos resultados também. 
O laudo vai ter uma validade de 90 dias a partir da data da coleta. Ou seja, não vale usar o mesmo exame para tramitar a CNH ou ser contratado depois de três meses. Será necessário fazer um teste novo.
Onde apresentar o resultado? 

O laudo deve ser entregue no momento da revisão médica para a renovação da CNH. Estes dados serão cadastrados no banco de dados do Denatran, segundo autorização já assinada no momento da coleta das amostras. Caso não for assinada a autorização, será necessário repetir o exame. 
Sem este exame, você não poderá retirar sua CNH categoria C, D ou E. Para mais informações sobre o processo ou sobre laboratórios credenciados, entre em contato com o Detran mais próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *