Sistema de Arrefecimento: Principais falhas e como evitá-las

Sistema de Arrefecimento: Principais falhas e como evitá-las Carboni jvlle%2B%2528157%2529
O Sistema de Arrefecimento é o responsável por aquecer o motor rapidamente e mantê-lo em uma temperatura estável, distribuindo-a de maneira regular para o correto funcionamento do veículo. 



Seu interior é composto por vários materiais diferentes que possuem coeficientes de dilatação específico. Quando em funcionamento, as peças do motor se movimentam, gerando atrito. Isto, aliado à queima do combustível, gera quantidades enormes de calor, e a dilatação dos componentes resulta em folgas menores dentro do sistema. A redução das folgas reduz o consumo de combustível, aumenta a eficiência e diminui a emissão gases. Por isso, o controle da temperatura é imprescindível para o bom funcionamento do motor.

Porém, é um sistema frágil que pode apresentar muitas falhas ao longo da vida útil do caminhão. Desde variações de temperatura externa, mudanças de altitude e diferentes regimes de trabalho exigem eficiência específica do motor, que está projetado para dar o melhor resultado. Muitas dos cuidados dependem da atenção do motorista e das revisões preventivas em oficina, aliados ao uso de combustíveis e óleos de boa qualidade para não comprometer as peças do sistema. Confira abaixo quais são os problemas mais comuns: 
MOTOR SUPERAQUECIDO
– Falta de líquido de arrefecimento: podem haver vazamentos por corrosão, cavitação ou eletrólise;
– Bolhas de ar no sistema: podem ser causados por furos no radiador ou fruto de um serviço de oficina mal executado; 
– Obstruções: podem ser no radiador, bloco do motor, mangueiras, reservatório de expansão ou cabeçote. A causa vem dos depósitos de minerais quando a água usada para a mescla do líquido de arrefecimento é uma água comum, não desmineralizada. Outra origem pode ser a corrosão ou oxidação provocadas pela diluição incorreta ou uso de aditivo de má qualidade. 
– Defeito na bomba d’água: pode ser culpa da obstrução por minerais ou pelo travamento do rotor da bomba, causado pela corrosão de pequenos pedaços do radiador, cabeçote e bloco do motor que se desprendem e se aglomeram. 
– Mangueiras endurecidas e rachadas: resultado do uso de aditivos que não lubrificam corretamente os itens do motor. 
MOTOR PERDENDO POTÊNCIA 
– Junta do cabeçote queimada: acontece quando o sistema de arrefecimento não consegue dissipar o calor em excesso do bloco do motor, queimando as peças. 
AUMENTO NO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL OU MARCHA LENTA OSCILANTE
– Sensor de temperatura sujo ou oxidado: a injeção eletrônica utiliza a temperatura atual do motor para regular o consumo de combustível. Quando o sistema está contaminado, o sensor envia informações erradas, e o módulo injeta mais combustível do que seria realmente necessário, ou causa oscilação na rotação do motor. 
VENTILADOR NÃO RESFRIA O MOTOR
– Radiador obstruído ou com vazamentos: líquido de arrefecimento mal diluído ou de má qualidade, que não protege o sistema corretamente. 
– Válvula Termostática travada: esta peça, responsável por liberar o calor e fazê-lo circular, também sofre com o depósito de minerais e falta de lubrificação. Quando se mantém fechada, o líquido de arrefecimento que está quente não consegue sair para o radiador e superaquece o bloco do motor.
PRESSÃO MUITO BAIXA OU MUITO ALTA
– Cabeçote trincado, empenado ou queimado: com o superaquecimento, o cabeçote pode ser danificado e prejudicar o funcionamento do sistema e diminuir a potência do motor.
Para evitar qualquer um destes problemas, é muito importante manter em dia as manutenções preventivas do motor. É neste momento que serão revisados os indícios de corrosão, oxidação, furos, desgastes e obstruções em qualquer peça do sistema de arrefecimento. O uso de produtos de boa qualidade e na proporção correta é o primeiro passo para a melhor conservação dos itens. 
Corrigindo a tempo, as panes no caminhão serão evitadas. Além disso, é de conhecimento de todos que a substituição de um motor danificado sai salgado para o bolso. 
Agende agora sua revisão na concessionária Carboni Iveco mais próxima. Cuide bem do seu bruto e aproveite toda a potência que ele pode te oferecer!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *