Conheça os limites de velocidade por tipo de via e condição climática

Independente do lugar, a velocidade é frequentemente um fator determinante para a ocorrência de acidentes. Um estudo feito na Inglaterra comprovou que a cada 1,6km/h de redução na velocidade dos veículos em vias urbanas resulta em uma diminuição de 6% nas fatalidades de tráfego.

Existem uma série de razões para o controle de velocidade nas diferentes vias de trânsito. Dirigir em alta velocidade pode reduzir a visão periférica do motorista, que não percebe a presença de pedestres e obstáculos na pista. Em velocidades mais baixas, além de ter a distância de frenagem mais curta, as consequências de um possível acidente serão menos graves: um pedestre tem 90% de chances de sobrevivência se for atingido por um veículo a 30km/h. Se o carro estiver a 50km/h, essa probabilidade cai para 20%.

Por isso existem os limites de velocidade fixados para cada trecho, sejam rodovias expressas, trechos urbanos, sinuosos, entre outros. Quando não indicados por placas na pista, a velocidade obedecida em dias normais deve ser a seguinte:



Rodovias de pista simples:

– 100 km/h para automóveis, camionetes e motocicletas
– 90 km/h para ônibus, caminhões e demais veículos

Rodovias de pista dupla: 
– 110 km/h para automóveis, camionetes e motocicletas
– 90 km/h para ônibus, caminhões e demais veículos

Estradas não pavimentadas: 
– 60km/h para todos os veículos

Já nas vias urbanas, a velocidade máxima é de:
– 80 km/h nas vias de trânsito rápido
– 60 km/h nas vias arteriais
– 40 km/h nas vias coletoras
– 30 km/h nas vias locais

Além de respeitar as sinalizações e manter a velocidade dentro dos limites especificados, é importante obedecer ao controle proposto pelas transportadoras para a frota. Na rodoviário Monte Sereno, por exemplo, a velocidade máxima é de 80km/h nos dias normais e 60km/h em dias de chuva. Com pista molhada, sempre será necessário e seguro andar mais devagar.

Mesmo com todas as regulamentações de trânsito, em junho deste ano quase 800 veículos foram flagrados acima da velocidade em um período de 4 horas na BR-101. Foram contabilizados, neste dia, 770 carros e caminhões transitando a mais de 100km/h no trecho de Araquari, no norte de Santa Catarina. No ano, são mais de 130 mil veículos flagrados no estado circulando em alta velocidade, que é o principal motivo de acidentes graves no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *