Saiba como agir em caso de sinistro

O que é o dito sinistro no Seguro Auto?

Sinistro em Seguro Auto é qualquer tipo de situação que esteja prevista no contrato de seguro, seja ela voluntária ou involuntária.

De um modo geral, sinistro no Seguro Auto compreende os acidentes que ocorrem no trânsito, além de incêndios, roubos e furtos envolvendo o automóvel segurado.

Para você que é segurado, é importante ter conhecimento de todas as situações que as seguradoras consideram como sinistro, de modo que você não passe por situações desagradáveis em circunstâncias que não recebem a cobertura de alguma seguradora.

Outro fato que merece sua atenção é referente aos sistemas de regulação e liquidação das seguradoras. Muitas pessoas acabam tendo conhecimento dessas questões no momento em que o sinistro ocorre, gerando, desse modo, dores de cabeça que poderiam ser evitadas com mais precauções.

 

O sinistro no Seguro Auto pode ser de natureza:

  • Parcial: quando o automóvel colide ou sofre danos que não alcançam o percentual definido pela Seguradora.
  • Integral: caso a colisão ou o dano no veículo ultrapasse a porcentagem definida pela seguradora do valor do veículo, a situação é caracterizada como Perda Total, portanto, sinistro integral.

Quando o segurado vivenciar um episódio de sinistro, ele irá passar pelo seguinte procedimento padrão:

  • Primeiramente, os danos do veículo serão apurados, momento em que serão identificados diversos fatores, como a causa do dano, a sua natureza, a extensão, entre outros.
  • Passada essa primeira etapa, é o momento da regularização, onde o evento será analisado para decidir se será coberto pelo seguro ou não;
  • Por último, ocorre a liquidação, momento em que o pagamento da indenização é realizado, ou, caso não haja cobertura, o procedimento se encerra sem qualquer pagamento.

 

 

 

Bati meu carro em outro: o que fazer?

Quando ocorrer esse tipo de sinistro em Seguro Auto, a primeira medida a ser tomada é acionar o seguro contra danos a terceiros, caso você tenha esse tipo de cobertura.

O seguro contra danos a terceiros tem o mesmo funcionamento. Porém, é bom ficar atento à seguinte questão: quando esse tipo de seguro é acionado, automaticamente você perde um ponto na sua classe de bônus.

Com isso, é recomendável colocar na balança as vantagens e desvantagens de utilizar os serviços da seguradora nessas situações.

Se houver feridos durante a ocorrência, o serviço de emergência deve ser imediatamente acionado. Enquanto a ambulância não chega, permaneça no local para acompanhar os feridos.

 

 

Roubaram meu carro: o que fazer?

Em caso de roubo, a primeira medida é registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia.

Vale destacar que essa medida é muito importante, já a seguradora exige o B.O como requisito para reembolsar o segurado. Afinal, o Boletim de Ocorrência será o documento mais importante que irá comprovar a ocorrência do sinistro.

Em seguida, informe a ocorrência do sinistro para a seguradora.

Com isso, a seguradora pode tomar 2 medidas:

  1. Se o carro não for localizado ou houver sua perda total, a seguradora irá te reembolsar por conta do sinistro total;
  2. Por outro lado, se o veículo for localizado e os danos ocorridos não ultrapassarem o percentual definido pela Seguradora, a seguradora irá acionar a cobertura parcial. Nesse caso, será exigido o uso da sua franquia, quando a houver contratado.

 

 

 

Quais documentos são necessários para solicitar indenização?

Nesse caso, a recomendação é que contate sua seguradora para se informar a respeito da documentação exigida.

Cada seguradora terá sua lista de documentos necessários para pedir indenização.

Com isso, agora você saberá como agir em caso de sinistro em Seguro Auto.

⟶ Simule online seu seguro auto e conheça as vantagens, é rapidinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *