Contratações no transporte crescem em 2018

Segundo informações da Confederação Nacional do Transporte – CNT, no primeiro semestre de 2018 o setor gerou 24,7 mil postos de trabalho com carteira assinada no país. O transporte terrestre, sozinho, gerou 23,7 mil empregos, número sete vezes maior do que no ano passado.



Para seguir com as boas notícias, a maior parcela destas vagas foram abertas em empresas de transporte rodoviário, responsável por 94,9% dos trabalhos. Esse é um claro indicador de que o setor acredita no crescimento da economia do país e consequentemente aposta na demanda de fretes.

Segundo a CNT, o PIB do transporte também cresceu, com alta de 1,9% no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período de 2017. A greve dos caminhoneiros em maio, porém, freou o desempenho que poderia ter sido ainda maior. Este episódio também ficou claro na demanda por transporte, que só em maio caiu 7,8%, e no semestre fechou com alta de apenas 0,7%. Todas estas informações foram divulgadas no relatório da CNT, que coletou dados de janeiro a junho deste ano.
Ainda assim, estas notícias são animadoras para o setor de transporte de cargas e para as empresas no geral. A Carboni também acredita e aposta no retorno da potência do mercado brasileiro, e é por isso que está abrindo várias vagas de trabalho em diversos setores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *