Gestão logística: 5 dicas para melhorar o transporte na sua empresa

Empresas que trabalham com gestão de transporte e distribuição logística, precisam ter o conhecimento de que o produto vendido corresponde a pedidos feitos de maneira adequada. Assim também devem assegurar que os produtos serão levados aos clientes obedecendo a todas as normas protetivas e chegando ao destino dentro dos prazos e qualidades ajustadas.



Então, que tal ver algumas boas dicas voltadas para a melhor gestão de transporte, para que seja capaz de aperfeiçoar ao máximo esta área de seu negócio? 
1- Planejamento: é importante conhecer cada etapa desde a produção até o cliente final, assim, será mais fácil controlar os resultados e resolver possíveis problemas no processo, como atrasos ou produtos danificados pelo transporte. Dentro do planejamento também estão os roteiros, com os pontos de coleta e entrega definidos de acordo com as distâncias, horários e veículos adequados (cidade, interior, etc.).
2- Transportadora: Conhecer bem a empresa que será contratada para prestar o serviço de entrega dos seus produtos também é fundamental para garantir a excelência de ponta a ponta. Uma transportadora de confiança evitará uma série de problemas como atrasos na entrega e produtos danificados. Além de pensar no custo x benefício, escolha uma transportadora que tenha claras suas políticas e demonstre a qualidade dos seus serviços. É a reputação de sua empresa que está em jogo: qualquer erro, o cliente reclamará com você.
3- Demanda: ter a capacidade de antecipar necessidades é uma boa maneira de planejar o futuro e evitar imprevistos. O gestor deve estar atento a qualquer sinal que mostre de alteração de mercado como a sazonalidade que deve ser pensada com antecedência já que a logística deve ser bem planejada para atender ao volume anormal de entregas com a mesma agilidade de sempre.
4- Sistemas de gestão: apostar com o auxílio de sistemas automatizados de controle logístico otimiza tarefas para o planejamentos e seguimento de entregas. Há várias opções de programas no mercado que possuem serviço de monitoramento de cargas, pagamento automatizado de pedágios, controle de estoque, pesagem, entre outros. Assim, o gestor poderá coletar informações precisas de todo o processo logístico na empresa, identificando e corrigindo problemas mais rápido.
5- Estratégia: ter noção estratégica é fundamental para ser um bom gestor logístico. Se é melhor ter uma frota própria, custeando manutenção, combustível, seguro e outras despesas ou contar com ajuda de terceiros.
Ainda, em um país grande como o Brasil o transporte deve ser bem organizado para conseguir agilidade e eficiência, assim planejar os pontos de distribuição já é um grande trabalho que deve ser feito com cautela, levando em consideração a qualidade de estradas, custo de pedágios e volumes de entregas para cada região.
Na hora de colocar seu produto na estrada, não se afobe! Planeje todos os passos com claridade e estratégia, e a conquista de cada vez mais clientes será certa. Bom trabalho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *