Freio motor: uso correto melhora a média do seu bruto

Todos os recursos ao alcance do motorista são importantes na hora de melhorar a média do caminhão. Um dos principais fatores é saber usar corretamente as ferramentas oferecidas pelo seu bruto, entre elas o freio motor. 

Há condutores que ainda pensam que o freio motor não ajuda na economia, mas isso não é verdade. Ao acioná-lo, o pedal do acelerador fica intocado. Assim, mesmo com o giro mais alto, o motor não é alimentado com combustível, já que a injeção de diesel só acontece ao acelerar. 

Além disso, como não serão feitas trocas de marcha constantes, a caixa de câmbio e a embreagem serão poupados de desgaste. O mesmo ocorre com as pastilhas de freio, que não serão sobrecarregados com a frenagem convencional. 

Como usar corretamente o freio motor? 
Esse recurso deve ser utilizado em longos trechos de declive, descidas íngremes ou trânsito muito lento. Em vez de utilizar os pedais de freio, o controle da velocidade será através da redução gradativa das marchas do caminhão, deixando que o próprio propulsor do veículo auxilie na frenagem, de maneira segura e estável.

Na hora de fazer a redução de marcha, é recomendável respeitar a rotação e a velocidade atual do seu bruto. O câmbio deve ser feito de maneira gradual, buscando manter o giro do motor em um nível aceitável. Isso varia de um veículo para outro, mas normalmente basta observar que o indicador permaneça na parte azul do conta-giros. Fazer o câmbio de maneira brusca pode causar um descompasso com as engrenagens de transmissão. 

Observe a troca de marchas o tamanho e acentuação do declive à sua frente. Se o giro do motor aumentar muito, aumente uma marcha. Se notar que o conta-giros e o veículo necessitam de mais tração e frenagem, reduza a marcha.

Os novos caminhões Iveco já trazem o freio motor de fábrica, com comando simplificado. Nos modelos top de linha, o recurso trabalha em conjunto com a caixa de câmbio automatizada. 

É importante nunca utilizar essa técnica com o caminhão no ponto morto. Se o seu bruto não estiver engrenado, perderá o controle de frenagem e tração, podendo resultar em acidentes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *