Chegou aos 40 anos? É hora de começar a fazer Check up anual

Sabemos que, às vezes, com as viagens é difícil se programar para cuidar da própria saúde. Porém, ter certeza de que está tudo bem com você é fundamental não só para o bem-estar e a tranquilidade da sua família, mas também para a segurança na estrada. Ninguém quer ter surpresas ruins antes de chegar ao destino, não é?

Para as pessoas que já chegaram (ou passaram) os 40 anos, esse cuidado é ainda mais importante. Com o passar do tempo, os homens e mulheres são afetados por transformações hormonais que mudam o funcionamento do corpo. O alto nível de estresse do dia a dia, a falta de dieta balanceada e o sedentarismo que atinge muitos motoristas são incentivadores para estas mudanças, terminando em doenças que podem ser mais graves a partir de uma certa idade.

Uma pesquisa feita pelo Centro de Referência em Saúde do Homem, em São Paulo, mostrou que 60% dos pacientes masculinos que ficam doentes só buscam tratamento quando as doenças já estão em estado avançado, quadro que se explica pela baixa procura por exames preventivos e consultas regulares.

Por isso, além de colocar empenho para manter uma dieta saudável e praticar exercícios físicos, também é necessário visitar o médico para os famosos Check-ups pelo menos uma vez ao ano. Assim, você poderá prever e prevenir problemas de saúde quando eles ainda estejam em uma fase inicial, com mais chance de cura.

Exames essenciais

IMC: índice de massa corporal e circunferência abdominal: O IMC ajuda a verificar predisposições para obesidade, quando o ganho de peso pode começar a ser perigoso. A obesidade e o acúmulo de gordura na região abdominal estão relacionados ao aparecimento de doenças como hipertensão, diabetes e AVCs.

Pressão arterial: Se estiver fora do padrão, pode significar hipertensão e outras doenças cardíacas. Em uma média para os adultos, uma leitura de 12/8 está boa. Já acima de 14/9 gera preocupações.

Exames do coração: O ultrassom das carótidas em homens avalia o fluxo sanguíneo do coração para o cérebro, conferindo se há coágulos ou obstruções. Esse exame é essencial para mostrar pré-disposição para derrames. Já a Angiotomografia Coronária analisa o músculo cardíaco, detectando flacidez ou rigidez excessiva, indicando a possibilidade de ataque cardíaco no futuro. O teste ergométrico também é realizado para detectar a arritmia cardíaca.

Hemograma: Serve para avaliar a quantidade e a forma de alguns elementos do sangue como hemácias, leucócitos e plaquetas. Detecta anemia, triglicerídeo alto e outras doenças sanguíneas.

Colesterol e glicemia: Com um simples exame de sangue, podem ser detectadas anormalidades no nível de colesterol, que levam a doenças cardiovasculares, e de glicemia, que indica a aparição de diabetes.

Próstata: Mesmo sendo pedido pelos urologistas a partir dos 45 anos, é importante fazer o exame de próstata já desde os 40. Lembre-se: quanto antes um problema for detectado, há mais chances de cura.

Mamografia e exames ginecológicos: Para as mulheres, a mamografia também é um exame fundamental a partir dos 40 anos, já que o aparecimento de câncer de mama é mais forte a partir dessa idade. Já o cuidado com a saúde do útero ajudará a regular os efeitos hormonais e prevenir doenças a futuro.

Exame dos olhos: A saúde dos olhos é muito importante para os motoristas. Por isso, fazer um exame de pressão ocular para evitar um glaucoma, e também conferir a necessidade de óculos, é algo a ser checado ano a ano.

Pele: A exposição ao sol sem usar protetor é muito comum nas estradas. Por isso, ficar de olho no aparecimento, crescimento e mudanças de formato de pintas e manchas é importante para detectar cedo o câncer de pele.

E como último toque, uma avaliação psicológica também é importante para verificar o risco de depressão e alcoolismo, por exemplo.

Não só o seu bruto precisa de manutenção periódica: o piloto dessa máquina também! Fique de olho na sua saúde e viaje com segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *