Dicas importantes sobre descarte de peças usadas

As peças e fluidos dos caminhões possuem uma vida útil limite e devem ser trocados periodicamente. O mesmo acontece, claro, no caso de desgaste ou acidentes. Alguns transportadores preferem fazer o trabalho mecânico em sua própria garagem, porém na hora de trocar e descartar as peças usadas, é importante considerar alguns cuidados.

O descarte feito de forma irregular pode comprometer o meio ambiente e prejudicar a saúde pública. Muitas das peças de caminhão são compostos de materiais que demoram milhares de anos para se decompor, como metais, plásticos e borrachas, além de que a maioria entra em contato com fluidos contaminantes como óleos e combustíveis.

No serviço de pós-venda e peças da Carboni Iveco, é respeitado um padrão no descarte de peças inutilizadas e, ainda, encaminha-se o que pode ser reaproveitado para reciclagem. Você sempre poderá contar com nossas oficinas para realizar o procedimento correto e evitar abandonar partes de caminhão na natureza. Mas se prefere fazer o trabalho de troca e manutenção por conta própria, aqui listamos algumas dicas importantes para evitar a contaminação ambiental:

1- Fique atento ao material da peça descartada

É importante assegurar-se de que a peça a ser descartada não esteve em contato com nenhum tipo de fluido contaminante. Se este não é o caso, lembre-se de que para reciclar, o ideal é separar os descartes por tipo de material. Cada peça terá um destino diferente. O aço e o alumínio, por exemplo, poderão ser reaproveitados para remanufatura ou para fabricação de outros objetos como panelas ou peças menores. O plástico também será reciclado com outros fins, assim como os pneus que poderão ser reutilizados na produção de asfalto.

O ideal é entregar as peças em lugares destinados ao descarte responsável destes materiais específicos. Se não existe uma planta de reciclagem ou desmanche legalizado perto da sua empresa, normalmente os revendedores oficiais como concessionárias e lojas de pneus oferecem este serviço.

2- Preste atenção nos óleos e outros fluidos

Lubrificantes, tintas, aditivos e combustíveis são muito utilizados nos caminhões, como já sabemos, e são feitos de misturas de metais pesados e produtos perigosos para a saúde. Algumas peças recebem tratamentos químicos de fábrica, como os amortecedores. Por isso, este e outros componentes que tenham contato direto com fluidos contaminantes jamais devem ser descartados como lixo comum, nem inteiros, nem sujos.

Além disso, na hora de fazer a troca de óleo, filtros e lubrificantes do seu bruto, o líquido retirado deve ser armazenado em recipientes próprios para este fim, evitando vazamentos. Em seguida, deve ser recolhido por uma empresa especializada, ou entregue a oficinas ou postos de combustível que ofereçam o serviço de descarte responsável. É importante ter certeza de que o lugar ao que você entrega estes resíduos esteja regulamentado e autorizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ou pela companhia de saneamento local.

Estes fluidos normalmente serão encaminhados para o rerrefino, reaproveitando parte de sua composição para fabricar óleo básico, e os filtros seguem para descontaminação.

3- Deixe as baterias automotivas nos revendedores oficiais

As baterias dos seus caminhões também devem ser encaminhadas corretamente para reciclagem, pois contêm produtos tóxicos como chumbo, ácido sulfúrico e mercúrio. Seu descarte deve ser feito com muito cuidado, passando por um processo de descontaminação e reaproveitamento de materiais. O melhor destino para a bateria usada é, portanto, levá-la de volta ao lugar onde foi comprada.

4- Considere adquirir peças remanufaturadas

Em alguns casos, é possível comprar peças originais remanufaturadas com a mesma qualidade e resistência que aquelas que chegam direto de fábrica. Principalmente partes de carcaça, peças plásticas da cabine interna, entre outros componentes que não afetarão na segurança ou eficiência da sua viagem podem ser encontradas em revendas oficiais como a Carboni Iveco, com garantia incluída. Considere esta opção na sua próxima compra, pois assim você pode economizar um pouco e ainda ajudar a cuidar do meio ambiente.

Conclusão

O correto descarte de peças usadas e fluidos contaminantes é essencial para a proteção do meio ambiente e da sua própria saúde. Além disso, ao dar um destino correto a cada item, você evita multas ambientais, já que organizações como o IBAMA e entidades de saneamento básico fiscalizam e regulam possíveis fontes de contaminação.

E como já falamos, você sempre poderá contar com a assistência da equipe do pós-venda da Carboni Iveco para saber qual o destino ideal para cada componente usado do seu bruto. Além disso, fazendo os serviços de troca e manutenção na nossa oficina, você não precisará se preocupar. Agende já sua visita, acesse o site da Carboni Iveco ou entre em contato com um dos nossos consultores pelo Whatsapp clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *