5 dicas para você reduzir o consumo de combustível da sua frota

0

Ao conversar com transportadores e motoristas de veículos de carga, a reclamação mais frequente é o preço do frete em comparação ao custo de combustível. Constantemente em aumento, os gastos com abastecimento podem representar aproximadamente 40% dos custos totais na atividade de transporte.

Por isso, uma das principais preocupações dos gestores de frota hoje é otimizar a economia de combustível e assim aumentar o lucro da empresa. Isso é possível, e você pode começar com a ajuda destas dicas:

1-    Direção econômica e defensiva

Para um resultado satisfatório, é fundamental que tanto os gestores quanto os motoristas estejam alinhados com as estratégias de economia de combustível na empresa. Por isso, busque sempre treinar os profissionais que vão operar os caminhões da frota, lembrando-os da importância da direção defensiva e econômica. Alguns incentivos como prêmios e bônus para a equipe podem ajudar a alcançar o objetivo mais rápido.

Um motorista treinado é aquele que sabe usar de maneira eficaz todos os recursos do caminhão, freia corretamente, não abusa da aceleração e procura manter uma velocidade constante, pois isso ajuda a nivelar o consumo de combustível. O uso correto das marchas também diminuirá a exigência do motor e o desgaste dos componentes do veículo. A redução de gastos é proporcional à menor quantidade de erros na direção.

O condutor também deve saber ajustar a sua direção às condições da via, pois guiar em estrada, rodovia ou cidade exigem técnicas diferentes.

A preocupação com a aerodinâmica também são pontos que o motorista poderá ajudar a otimizar nas suas viagens. Quanto mais rápido roda o caminhão, maior a resistência de ar e maior o esforço do motor para manter a velocidade, resultando em um consumo alto de combustível. Por isso, a aerodinâmica tem relação direta com a economia. O ideal é ter calotas instaladas em todas as rodas e defletores de ar na cabine.

Outro ponto a considerar é o peso da carga: nunca ultrapasse o limite ideal para o modelo do caminhão e o tipo de transporte. Além de ser suscetível a multa, transitar com excesso de peso está diretamente ligado ao aumento no consumo de combustível pois exige maior esforço do conjunto mecânico para movimentar-se.

2-    Manutenção em dia

Além de evitar acidentes e paradas inesperadas durante a viagem, realizar a manutenção preventiva dentro do prazo recomendado também é uma maneira de otimizar a economia de combustível. É porque a troca de filtros e de óleo influencia diretamente no rendimento do motor, e fazê-las no tempo certo ajuda muito para a sua eficiência.

Mas não só estas peças são importantes para a economia: também deve ser feita a calibragem e balanceamento dos pneus. Estes componentes são os únicos que tocam o chão, por isso é fundamental mantê-los sempre em perfeito estado. Pneus bem calibrados apresentam maior rendimento e otimizam a tração do veículo, melhorando o resultado do consumo de diesel em cada viagem.

3-    Combustível de qualidade

É claro que a qualidade do combustível vai influenciar muito no rendimento do seu bruto. Nem sempre o mais barato é o melhor, e é importante ter certeza de que o diesel que você abastece na sua frota não esteja adulterado, já que alguns postos agregam água na mistura para aumentar o volume e vender mais.

É fundamental, então, encontrar postos de combustível de confiança e calcular o custo-benefício do diesel que você coloca nos seus caminhões. Talvez saia um pouco mais caro, porém um diesel de qualidade entregará maior eficiência ao motor e evitará o desgaste prematuro dos componentes do veículo.

Outra medida que pode ser tomada para caminhões de transporte pesado ou extrapesado é investir no aumento do tanque de combustível, ou instalar um segundo tanque. Assim, será necessário abastecer com menos frequência e você poderá aproveitar os preços nos postos.

4-    Planejamento de rotas

A condição da estrada pela qual sua frota circula é outro fator que conta na soma final do consumo de combustível. Planejar as rotas com antecipação é uma medida que poderá melhorar este índice. Nem sempre o caminho mais curto é o mais eficiente, pois ficar preso em congestionamentos, com muitas freadas e aceleradas, é pior do que ser capaz de rodar em uma velocidade média constante. Além disso, buracos e falhas na pista aumentam o desgaste de pneus e peças.

Claro que vai depender do tipo de transporte que sua empresa realiza. Em entregas urbanas, é mais difícil evitar estas situações, e o que contará realmente é o planejamento do itinerário para que se aproveite a rota de uma maneira mais eficaz, evitando dar muitas voltas para chegar aos diferentes destinos.

5-    Sistema de gestão de frotas

Usar sistemas de rastreamento via GPS e softwares para gestão de frotas são ferramentas que podem auxiliar no controle de gastos e na tomada de decisões para melhorar cada vez mais a operação do transporte.

Através destes programas, é possível saber o rendimento de cada veículo por separado, quanto rodou em um determinado período de tempo e quanto combustível gastou. Além disso, pode-se conferir o número de paradas e a eficiência do motorista responsável por cada viagem. Assim, fica mais fácil identificar possíveis problemas de operação e tomar medidas para otimizá-las, consequentemente economizando combustível.

Conclusão

Seguindo estas dicas básicas, você já começará a ver resultados na economia de combustível da sua frota. Além disso, manter o caminhão sempre revisado, aplicar direção defensiva e usar softwares de gestão também vão trazer viagens mais seguras para os motoristas e as cargas transportadas. Você só tem a ganhar!

Para manter a revisão do seu bruto em dia, conte com os serviços do pós-venda da Carboni Iveco. Entre em contato com a nossa equipe para agendar sua visita clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *