Cuidado: evite fraudes escrevendo 2020 do jeito certo

0

Está rodando um aviso sobre o perigo de fraudes em documentos por conta do formato que muitas pessoas utilizam ao escrever datas.

Como entramos no ano de 2020, a forma abreviada seria apenas “20”, o que poderia dar lugar a alterações como agregar outro número após o decimal, mudando o ano válido destes documentos.

Vale lembrar que para qualquer documento oficial, a forma correta de informar datas sempre foi no formato “dd/mm/aaaa”, ou seja, dois dígitos para o dia, dois para o mês e quatro dígitos para o ano. Respeitar esse formato é a melhor maneira de evitar qualquer tipo de alteração e fraude que possam invalidar trâmites e contratos.

Em documentos que devem ser reconhecidos em cartório, esse risco diminui consideravelmente. Isso porque a autenticação dá conta de que a data é válida e que o trâmite está dentro da legalidade. Além disso, o costume em muitos destes casos é escrever as datas também por extenso.

O principal perigo é para documentos particulares assinados por duas pessoas, que não exigem nenhum tipo de autenticação, como uma promessa de compra-venda, por exemplo.

Confira mais estas dicas para evitar qualquer problema ao assinar documentos:

  • Não assine contratos sem data, e exija que o ano esteja escrito em quatro algarismos, como 2020.
  • Não assine documentos com espaços deixados em branco que você não saiba o motivo.
  • Rasgue documentos e contratos que serão descartados, principalmente onde constam nomes e dados pessoais.

Como diz o ditado, é melhor prevenir que remediar! Compartilhe essa informação com os seus contatos e tome muito cuidado. Vamos todos ter um 2020 tranquilo em todos os sentidos. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *