Nesta Semana Nacional do Trânsito, pense bem: você faz a sua parte?

Seguro auto e semana nacional do trânsito

Semana do Trânsito – Cerca de 90% dos acidentes de trânsito em todo o mundo acontecem por falha humana. É possível procurar vários motivos para justificar uma batida, um capotamento, um atropelamento ou outros acidentes, mas quase sempre a razão do erro é o próprio motorista, ou às vezes o pedestre, passageiro, o ciclista ou o motociclista.

No estudo divulgado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV, apenas 5% dos acidentes são causados por falhas no veículo, sendo que isso também poderia ser evitado na maioria das vezes se fossem feitas as manutenções preventivas e corretivas necessárias. Os outros 5% têm a ver com problemas na via, como estradas mal conservadas ou mal sinalizadas.

Semana do trânsito

Nesta Semana Nacional do Trânsito, que acontece entre 18 e 25 de setembro, são feitas várias ações e campanhas para seguir reforçando e lembrando a todos que um trânsito mais seguro depende de nós. A sinalização de trânsito só é eficaz quando é respeitada. Isso vale para todos, sem importar se você circula a pé, de bicicleta, skate, carro, caminhão, ônibus, metrô, trem, ou qualquer outro meio de locomoção.

No final deste ano termina a Década de Ação pela Segurança no Trânsito, que foi lançada em 2011 pela ONU e tinha como meta reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2020 em 153 países, incluindo o Brasil. Por mais que em alguns lugares as ações tenham dado resultado para diminuir as vítimas fatais nas estradas, ainda não é o suficiente para realmente solucionar este problema que, na verdade, também é considerado uma causa urgente de saúde pública no Brasil e no mundo.

Perceba o perigo, proteja a vida

Semana do trânsito

Centenas de vidas são perdidas no trânsito todos os dias. Segundo dados do ONSV, só em 2018 foram 32.655 mortes no Brasil, o que significa que morrem em média 5 pessoas a cada hora. Destas, cerca de 16 pessoas são pedestres. No primeiro semestre deste ano, 79% das indenizações do Seguro DPVAT foram pagos para vítimas de acidentes envolvendo motocicletas.

Ou seja, todo o cuidado é pouco. O Brasil é o quarto país com maior índice de acidentes de trânsito, sendo que a cada minuto pelo menos uma pessoa fica inválida ou gravemente ferida, incluindo crianças. Falando nelas, por ano 2 mil crianças morrem no trânsito. Pois é, e tudo isso só em território nacional.

No mundo, o número chega a mais de 1,6 milhão de vítimas fatais nas estradas. Ao falar em invalidez e ferimentos incuráveis, a cifra chega aos 500 milhões de pessoas atingidas por ano, que têm suas vidas inteiras modificadas por acidentes de trânsito que acontecem em poucos segundos.

Dá para entender por que a conscientização é tão importante, não é mesmo? No trânsito brasileiro, a terceira maior causa de mortes é o uso do celular ao volante, e quase 20% dos acidentes acontecem por causa do excesso de velocidade. Se você pode dirigir mais lento e com mais cuidado, e parar o veículo para usar o telefone, por quê segue fazendo errado?

Os números são alarmantes e para o Sistema Único de Saúde – SUS o impacto do trânsito também é grande. Nos últimos dez anos, foram quase R$ 3 bilhões em custos para tratar vítimas de acidentes na rede pública de saúde. Se cada um realmente fizer a sua parte para diminuir os acidentes no Brasil, os leitos de hospital e os recursos gastos podem ser direcionados para outras causas, como doenças graves, ou até para investir em mais infraestrutura para o país.

A única notícia boa disso tudo é que você pode participar por um trânsito mais seguro. Basta respeitar realmente a sinalização e as leis de trânsito, cuidando de si mesmo/a e de todas as outras pessoas ao seu redor. Se todos nos cuidarmos, poderemos diminuir os acidentes no país.

Mas o que você pode fazer realmente para mudar essa realidade? Usar a Direção Defensiva é uma das principais maneiras de ter viagens mais seguras. Veja aqui algumas dicas para começar desde já. 

Cuide também dos seus amigos e familiares

Se você já sabe da importância dessa ação no Brasil, então é hora de fazer a diferença. Dirija com mais atenção e cuidado, e compartilhe este artigo com os seus contatos para divulgar essa ideia! Um trânsito mais seguro depende de cada um de nós!

Para mais notícias e informações, inscreva-se grátis na Newsletter do Blog da Carboni e receba as próximas atualizações direto no seu e-mail. 

2 Comments

  1. joao cunha rodrigues junior

    Temos que ter melhor vias , mais faixas para pedestre mais placas sinalizado melhor o transito mais pessoas bem informado auxiliando no transito e punições ao que faltam com respeito ao transito principalmente motociclista tem que ter alguma .melhora para com respeito ao transito, não como estão fazendo buzinando e quebrando retrovisores no corredor.

    1. Alana

      Exato João, todos fazendo a sua parte teremos um trânsito mais seguro! Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *